segunda-feira, 19 de novembro de 2007

A uma das autoras acho-a uma mulher girissima, ainda que só a conheça fragilmente de vista.
Ao livro não conheço, mas decerto que fará parte de uma estante olivográfica que se preze: "Olivais, Retrato de Um Bairro", de Helena Torres e Catarina Portas, Liscenter, 1995. Na internet nem uma imagem - alguém tem o livro para ajudar a colorir esta entrada?

19 comentários:

benguela disse...

... com fotografias da Adriana Freire, fui presenteado pela dita com um exemplar. (agora é só encontrá-lo)

Anónimo disse...

Cumprimentos

No contexto, aproveito para partilhar com os conterrâneos e simpatizantes algo que desconhecia e que, por mero acaso, encontrei na FNAC:
"À escala humana - planeamento urbano e arquitectura dfe habitação em Olivais Sul (Lisboa, 1959-1969), de João Pedro Silva Nunes, edição da CML (Direcção Municipal de Cultura, Departamento de Património Cultural, 2007).

São quase 200 páginas com base na dissertação de mestrado do dito Sr.
Análise mais profunda e rica duvido que se encontre.
Para cumulo de satisfação lá encontrei boas referência ao que é hoje a minha casota nos Olivais.

(C6)

Largo das Mamas disse...

Sublime a referência:
"... fragilmente de vista."

Xai Xai disse...

anónimo (C6): grato pela informação pois ando à procura desse livro que sei ser a dissertação de um mestrado do ISCTE. Procuro igualmente "O naufrágio do Galeão" de um tal de J.P.Nogueira e espero encontrar amanhã na Av. da República (se não me perder...)o "Para além dos Olivais" . Para completar o quarteto, falta a sugestão do chefe Bolama, o livro da irmã do meu "chefe".

Chaimite disse...

... não sabia que o Miguel Portas era o teu "chefe"?

Ou será o Paulo??

Xai Xai disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Xai Xai disse...

bolama: "clean blog"? politicamente correcto?
sem polémicas?
flores e passarinhos?

...compreendo e aceito!

Lobito disse...

cheira-me a confusão...posso entrar?

Anónimo disse...

xai-xai: de nada. E sempre foi encontrado o "Para além..." ? De facto o mundo é pequeno: o pai do teu "chefe" e irmão da co-autora do "Retrato de um bairro" (que também se recomenda) é nem mais nem menos que o autor (em parceria) da planta do meu actual poiso.
(C6, agora. Ex-vizinho do homem da vespa amarela há uns anos)

Xai Xai disse...

benguela: curiosamente no site do shopping as fotos são de um "caramelo" (Rui Elias)

lobito: prá confusão!!!! já e em força...

anónimo: confirmo que já comprei o "para além dos olivais" fui à livraria municipal e aproveitei para trazer também o "à escala humana...".

quanto à vespa amarela, devo-te dizer que ainda a tenho e o ano passado fiz uma recuperação total e está impecável.

parto então do princípio que a C6 é uma das três joão belo (a do gazcidla).

bolama disse...

Xai Xai bibliófilo, toca a gravar as capas e abrilhantar este post e avançar para outro, sob o tal escala humana?

(e naõ há desconto para bloguista?)

benguela disse...

Olivais : retrato de um bairro / Helena Torres, Catarina Portas ; fot. Adriana Freire

Assuntos: Bairro dos Olivais (Concelho de Lisboa, Portugal)

PUBLICAÇÃO: Lisboa: Liscenter, D.L. 1995

DESC.FÍS.: 111, [1] p. : il. ; 24 cm
ISBN: 972-96764-0-2
DEP. LEGAL: PT -- 92122/95


Ainda não encontrei foi a obra...
(também ainda não fui procurar)

Anónimo disse...

Xai Xai:

Pois antigamente, na escala R/C - 8.º andar vivia exactamente à mesma latitude de outro postador aqui da Olivesaria (e também vizinho) mas no lote 88 (ou n.º4). Contudo sou de geração mais nova. Assim da idade da "I".

Quanto à antiga rua C6 e consultando a CML em http://toponimia.cm-lisboa.pt/pls/htmldb/f?p=106:1:2703898572446764 pelo seu nome actual eis o que salta (um impasse):

Rua C6 (Com o Impasse CL e CK abrangendo os lotes 183 a 199; 222 a 231; 235 a 237 e 240. Célula C de Olivais Sul).

(C6)

joão belo disse...

Viva, C6. à minha latitude e à esquerda, não? abraço

Anónimo disse...

João Belo, imagina-te a fumar um cigarrito à varanda (é indiferente se ainda se via a chaminé da Sacor. A Arrábida está para a frente). 5.º andar, 1ª varanda à tua direita, no 88 (sim, de facto tu ficarias à minha esquerda)
Confere ?
Abraço, também.

(C6)

Xai Xai disse...

já o tinha escrito à tarde mas não saiu, não sei porquê.
com a juda da "I" serás pois DBO, posicionado na do ex-presidente do estado novo. confere?

Anónimo disse...

Xai xai, que precisão matemática. Os meus cumprimentos também à "I".
(C6)

Lobita disse...

epá onde chega o código... mas eu decifro!!!

joão belo disse...

claro, confere. Abraço, "D".