terça-feira, 11 de dezembro de 2007


parabéns!

15 comentários:

bonanza disse...

ixe, esqueci.
Será que ela passa por este blog? se for o caso deixo os meus parabéns ...

Xai Xai disse...

Parabéns, seja quem for...
que para mim é a Timor.
Se não for,
Parabéns seja quem for.

Largo das Mamas disse...

Por TiMor.
Beijo de paabéns.

Fulacunda disse...

parabéns Teresa!!
e bem vinda a esta provecta idade. 'tá-se bem cá, digo eu, agora que a estou quase a deixar

Lobita disse...

Muitos Parabéns! Tem um dia muito bom .

João Belo sem login disse...

Parabéns, sim muitos, para a Timor, arrisco.

Prudêncio disse...

Parabéns Timor, e ao contrario do que o Fulacunda pensa além de continuares uma ano mais nova do que ele, a ti os anos passam só no calendário, (ficou um bocado piroso, mas as verdades têm que ser ditas).
Um Beijo

benguela disse...

Sempre achei esta coisa de assim dar parabéns, não piroso como diz o amigo prud, mas abichanado mesmo... Mas como é uma bela e está lá longe pra "Timor"...

PARABÉNS!

Dili disse...

Mas a moça não faz anos hoje!!

Já os fez...

benguela disse...

... atrasados portanto, mas muito mais bem bom do que adiantados que dá azar... diz o antigo.

dili, é a tua 1ª aparição! Quem serás tu? Umas das Teresas certamente...

Anónimo disse...

EHEHEEEH! Está visto gostam é de dar os Parabens,para ficarmos todos mais pertinho uns dos outros , assim é um instante é igual em todo o lado,querem envelhecer mais portugal é isso, por que será??

Fulacunda disse...

anónimo pá, tens toda a razão

Anónimo disse...

Ó Fula, é não é?!E diz-me lá porque será que eu até já estou cinzento e ainda nem cabelos brancos tenho e tu estás laranja??
Eu não digo, querem é envelhecer o pessoal... coisa nova uma prenda de NATAL, não? EHHE....

Háquem tenha 40 e esteja no auge da sua beleza e força fisica, damos mesmo um bailinho aos meninos de 20 a geração do sofá, como lhe chamo.Passam a vida no sofá, aparece-lhes tudo feito, não lutam por nada,relacionam-se no sofá com a net em cima dos joelhos...almoçam macdonalds, andam de carro, os papas compram-lhes tudo o que querem, passam meia duzia de anos estão uns batoques de gordos pela comida plástica que comem e pela vida sedentária que fazem. É ou não é?
Alguém vê a malta nova a pegar numa enchada,(safa, nem sabem o que isso é e ainda tem raiva de quem sabe) a andar a pé a ír curtir umas tardes ao campo/praia praticar desporto ao ar livre, não se vê jovens pelas ruas na conversa no bom salutar convívio tete á tete(como em Espanha tá certo que a populaão ºe bem mais jovem puderá têm melhores condições de vida que nós e são um País maior...), se vão ao ginásio é só para trabalhar musculatura para mostrar a namorada ou usar t-shirt apertada para dar nas vistas, não por questões de saúde, os amigos são virtuais, a escola é frete tratam mal quem os ensina, os Pais que lhes dão tudo nem querem saber, cultura então o que é isso?E ainda se dao luxo de exigirem dos que os rodeiam seja o que for. O meu dia a dia é trabalhar com jovens sou bom observador...Até podem dizer que é uma visão pessimista, mas é a realidade com raras excepções. Vão longe os nossos meninos, vão...

Fulacunda disse...

oh anónimo, e a mim quer-me parecer que se eles te 'ouvissem' aqui iriam dizer de ti o mesmo que nós na idade deles dizíamos dos velhos. acredita, apesar dos macdonalds não mudou assim tanta coisa: os mais novos a fazerem o que lhes der na veneta (e admiro essa tua infância de pegar na enchada, que já eu era máis para o gamar gasolina), e os mais velhos a maldizerem os mais novos. experimenta lá trocar os papeis que vais ver que nem sequer te vais baralhar.

Anónimo disse...

Maldizer não,é constatar um facto.
Saltaram umas teclas,sorry.
Fiz de tudo até gamar gasolina, etc... Hoje ensino estes meninos/as olho para eles e elas comparo e vejo que não se sabem safar... Entendes ao que me refiro? Dá tudo muito trbalho.Só querem empregos 'limpinhos' a ganhar mta bem e sem nada que fazer, triste ver isto. E depois falam do pessoal de 40 anos... dá-me vontade de rir... mas apoio os putos aconselho-os... Constatava isso apenas.