quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

Província (Portugal)















(sempre tive a curiosidade de saber qual seria o aspecto visual das localidades que deram os nomes aos bloguistas deste "bairro")

14 comentários:

Beira disse...

...por acaso não era desta Província que a Rapariga vinha...

;-)

Xai Xai disse...

mas é agora!

liberdade interpretativa...

Fulacunda disse...

olha a rapariga da província ali na foto ... está mais ruivita, acho

maria correia disse...

mas a Rapariguinha da Província vem das «províncias ultramarinas»???

Lobita disse...

Desculpem lá, já agora, onde é que andam a Vila Pery e a saudosa Intrusa????

a rapariga que vinha da província disse...

mais ruivita, mais magrita, de olhos mais pequenos e claros...


;)

Anónimo disse...

e o passarão vem a propósito de quê?

Timor disse...

Informo que a rapariga e muito mais bonita que esta advogada

Xai Xai disse...

Passo a descodificar: esta "nossa" rapariga vem da província e a sua "província" é a bela localidade de:
MIRANDA (daí a advogada do Sexo e a Cidade) do CORVO (daí o passarão). Capito!

Era fácil para quem sabia, não era como o Vespúcio.

Timor disse...

Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaahhhhh! E nós todos noutra. Embora ela more nessa província eu vejo-a sempre como vinda da sua província original, o verdadeiro berço.

Fulacunda disse...

pois. acho que eu e a rapariga somos conterrâneos

a rapariga que vinha da província disse...

uma rapariga da província:

nada em terras do centro, cedo rumou para o berço, de onde partiu para o puârto estudar. entretanto, conheceu uma oliveira, com quem constituiu família e encontrou amigos. ao centro, romântica, regressou, e por lá se encontra.

(o ar nova-iorquino que o nosso caro xai-xai me atribui agora deve ser para contrapor ao retrato da rapariga de rancho folclórico que aqui vos proporcionou há algum tempo atrás...:)

bolama disse...

rebuscado - sabia lá eu quem era a tal miranda, como puderia chegar ao corvo

para mais, julguei que a miuda fosse do porto (não é só isso a província?)

ass: anónimo

a rapariga que vinha da província disse...

esclarecimento adicional: ao centro do país!