quarta-feira, 12 de setembro de 2007

Casal

Fulacunda, se estiverem a ser muitas fotos da Bolama, diz. Não te queremos indispor outra vez...

32 comentários:

Maracangalha disse...

"O chavalo é rei!"

benguela disse...

Ehhhhhhhhh! Linda!

Fulacunda disse...

é curioso que estava justamente a pensar nisso! ía agora anunciar que me ia despedir da caixa dos comentários, resignando-me a desenvolver as minhas observações por mail. mas depois pensei que ainda começariam a dizer que eu é que era o amuado e esse título que te cabe mui justamente (aliás confirmado pela Timor) não te quero tirar pá (já me entalei com as loções e já chega).

E o gajo da mota? foi a ultima coisa que fiz aí antes de cancelar a minha conta foi convidar o mangas, mas o gajo, népias ! (tinha uma irmã muita gira lembram-se?)

e se me irritas muito ainda passo a comentar o blog por SMS que vais ver

bafatá disse...

fula: ... não te indisponhas !!!

Fulacunda disse...

Bafas, era um passing-shot a devolver a bola, de sorriso na boca. (o maralhas até não jogava mal mas era muito previsível). E deixa-me lá esclarecer o tom que eu não quero mais embróglios. aqui, agora, ninguem está indisposto. aliás, e contrariamente a alguma voz corrente, eu nunca me INdisponho, são apenas interpretações sobre aquilo com que me EXponho.

(maralhas, e a PUSH de 6 velocidades do Gino, que aquilo até comia as 125 à volta do quarteirão?!)

lourenço marques disse...

E a Gina?

Não parava por aí?

benguela disse...

Bi, e a Tânia?

Fulacunda disse...

ai o Lourenço é o Bi, sacana!!
agora que já estamos os dois sem burka vais ver ... pois é, se me lembro vcs tb tinham um SSS
(no mínimo devia ter chegado por aí)

Fulacunda disse...

lá, faltou-me aqui o lá, ou seja ali devia estar "no minimo devia lá ter chegado por aí", cá está, mas lá, claro

Fulacunda disse...

e o scolari ein? o gajo esforça-se. como é que ele diz? "mata ou morre ou então vai mesmo ao soquete". sim senhora, e o rugby é só brutos pois, é

lourenço marques disse...

O Benguela é bufo!

Estamos quites, ou então não...

lourenço marques disse...

Agente Secreto Fula,

Curiosamente, moro a menos de 50 metros da tua 1ª casa nos Olivais.
Felizmente, ou não... é um 6º andar e já deixei de berrar hà uns anos... eheheheheheheheh

Quanto ao SSS, tive um carro desses uns anos mais tarde... Grande Malha e grande escola de pópó!

Abraço Super Secreto,

XX

Maracangalha disse...

A Push do Ambrósio!Tinha-me esquecido. 125 no mínimo. Mais só um Citroen GSA dos alentejanos que chegava aos 250!É verdade. O Zé Maria tinha dado!...

benguela disse...

Mais tarde o alentejano do meio ganhou um Peugeot 205 1.100, que dava 210... tinha era de ser só com ele, por causa do peso.

benguela disse...

Fula, para te dizer que o gajo da mota aceitou o convite... postar é que népias!

benguela disse...

Por falar em motas, lembro também que o moçâmedes e mais um Lobito (irmão da teresinha) tinham umas motas que voavam baixinho... mas aquilo os gaijo passavam mais tempo a montar e a desmontar do que a andar, (nos intervalos davam duas ou três voltas ao quarteirão e toca a desmontar, que há aqui qualquer coisa que ficou bem!)

A casa do Buzi, 5º andar, pais fora à que tempos, parecia uma oficina... mas os gaijos lá alancavam com os motores, os quadros, ou que fosse preciso, para cima e para baixo.

Timor disse...

Fulacunda, eu disse que o Maracangalhas era o campeão dos amuos (para além de saber amuar, até gostava - ainda me lembro de um episódio com o carro ao pé do concerto dos Roxy, acho...mas enfim). No entanto, o Maracangalhas agora não amua (e não cora também parece) e para além disso somos compadres três vezes e meia, entre casamentos e baptizados, e tenho de ser solidária.

Quanto às motas, não havia paciência, mas é óbvio que não percebiamos as questões importantes dos rapazes.

benguela disse...

... e lembro outro, que vivia no quarto da criada (aliás, os Bolamas viviam todos no quarto da criada) que conseguia ter nesse cubículo, um estirador, uma bateria, uma mota e uma cama...

benguela disse...

* ... há aqui qualquer coisa que NÃO ficou bem!)

Teresa disse...

A mota do Lobito e do Horns era uma Gindapp, ou Zunlera, conforme a percentagem de peças arranjadas fosse mais de uma ou de outra marca. E a cor também não era fixa, variava com bastante regularidade, chegou a ser verde alface, azul às riscas e vermelha (acho eu) na mesma semana! Quando a minha Mãe entrou na arrecadação e viu o epsectáculo de peças espalhadas, óleo e golfadas de tinta por todo o lado... acho que foi por isso que se mudaram para o 5º do Horns! Interpretação livre de quem não tinha permissão para ir ver o que se passava!!! eheheheh

Fulacunda disse...

Ui, do que malembram. Essa Zunlera verde alface, lembras-te moçâmedes, era o meu de transporte de vários ...simultaneamente. Recordo com alguma angústia o pessoal abancado em casa já não sei de quem em armação de pera, e a sair à noite, os três em cima de uma 50. O lobito na frente, um de nós nas mudanças, e o outro a cair do banco. Só que aquilo, apesar de ser uma 50 e alancar com os 3 não andava bem de luzes. E então era ver-nos a fazer as estradas do algarve, noite fora, e eu de lanterna na mão a alumiar o caminho: "olha lá, isto aqui já não me parece estrada", "então aponta mais para o chão", "fod****"

Fulacunda disse...

uma pequena correcção: O GSA fazia os 250 na curva da sta-joana-a-princesa. por razões óbvias nunca se chegou a confirmar quanto daria em recta. acho que foi por essa razão que o mais velho deles foi viver tão cedo para o algarve

coitado

bafatá disse...

Geeeeeeeeeeee ... entre bufos de antisecretismo, revivências do espirito motoqueiro de adolescentes alucinados e outras que tais ... este blog é merecedor dos maiores encómios !!! Dassss, eu disse encómios ? Srry .... mas não me perguntem o que significa !!

benguela disse...

Também lembro, eu o Lobito e o Fula lá nessa Oura... Pedir "emprestada" a mota do Fula mais velho... e os três em cima por ali fora, Summertime... pelo caminho ainda tentámos dar boleia ao PP, mas quatro já era número de circo, e único dado a artes circenses ali era o Fula... de maneira que não deu e lá seguimos os três.

(ainda não te tinha chamado palhaço hoje, pois não?)

Fulacunda disse...

eu??? eu nem sabia andar de mota!

(mas já que estamos numa de recordações de lágrima no olho, vamos lá fazer a coisa a sério: um dia o meu pai ganhou o totobola. antes de saber o prémio prometeu uma prenda a cada um dos 6 (!!!) filhos. a maior parte era muito pequena e contentou-se com um radio e tal, mas, os mais velhos esticaram-se: o fula mais velho pediu uma mota, e eu um barco à vela (belo e saudoso moth europa). mas o cabrão do barco era lento e não andava à noite, de maneiras que de vez em quando tinha de pedir a mota "emprestada", com acerto de contas entre os dois, na volta. agora quem estava no caminho e se agarrava ao banco do motociclo aí não sou polícia)

estavas naquela vez em que vinhamos do summertime tb 3 na mota roubada às tantas da manhã e fomos mandados parar por um polícia ainda mais bebedo que nós? e o gajo a dizer que tinha de passar multa por não levarmos capacete mas que não sabia como o poderia fazer aos três já que o código só previa duas pessoas por mota? quase ia acabando a beber umas jolas connosco ...

benguela disse...

Lembro essa história, estava lá... mas vinha noutra mota... salvo erro precisamente com o pp e penso que se não foi nessa noite foi noutra qualquer que acabámos a dormir em Albufeira na casa dos Lobitos... espalhados pelo chão da sala.

(A paciência que aquela mãe Lobito tinha para nos aturar...)

Teresa disse...

Não era só a Mãe Lobito - as manas lobito também (ah, e nessa altura tb uma avó lobito)!!! Acho que o Pai Lobito tinha o poder de se esquecer e nem comentar!
Vocês, com os vapores do alcool entre outros, ressonavam que se fartavam, e eu dormia (quando já lá estava) lá no quarto do lado... No entanto, tudo se tornava em recompensa - era giro acordar com o pessoal da tribo dos giros a dormir lá em casa!

Fulacunda disse...

oh teresinha francamente! O benguela, giro?

Fulacunda disse...

Em albufeira em não precisava de casa, pois tinha uma vivenda à disposição (lá está, dos queques das vivendas) perto, na oura. mas quando os progenitores debandavam eu ficava meio aos caídos. e isto já se sabe, que um desgraçado atrai outro, e lá nas tormentas do verão já eramos 4 sem poiso para dormir, eu, o moçâmedes, um que diz que era fuzileiro e um quarto, que não era fuzileiro nem o moçâmedes. posto isto, fizemos uma vaquinha e lá foi um de nós alugar um quarto em albufeira por 15 dias. coisa barata, um R/C com janela para a rua, uma cama de casal, um armário e um espacito para por os pés, um de cada vez, no chão. por lá ficámos os QUATRO veraneando durante umas 2 semanas, tendo como porta de serviço a janela. antes porém era necessário entrar pela via normal, para por dentro abrir a dita 'porta'. A senhora via tão mal que nem percebia que o cliente que lhe entrava pela porta quase nunca era o mesmo.
Escusado será dizer que dormíamos à vez. a unica altura do dia em que a cama não estava ocupada seria talvez entre as 11 da noite e as 5 da manhã. depois variava.

(e na praia tb não se dorme mal)

benguela disse...

... na praia o senão era um gaijo acordar a suar com o sol a bater e no meio das famílias com as criancinhas aos gritos

Fulacunda disse...

... e a areia colada com cuspo na cara. mas isso era nos dias de sorte. normalmente acordava-se com o nascer do sol com umas contidas e amigáveis bastonadas do giro que os PI por lá faziam.

bafatá disse...

Dasssssss.... mas por onde é que eu andava ... ????