sexta-feira, 7 de dezembro de 2007



De súbito as coisas foram passando a memórias. Alguns andavam ufanos com isso. Ou se calhar em alguns dias andava-se ufano com isso. Tudo estava a ser possível. De quando em vez, por alturas do final do ano, em quase natal juntava-se a quase família, como se manos ou primos afastados, amantes ou cunhadas desavindas que fossem, simpatia ou (até) enfado mútuo. Era quase natal. E comia-se. O sempre anfitrião, gente de vespa verde, era ritualmente massacrado pela falta de qualidade das farófias, dos sonhos, do peru ou do bacalhau. Amuava - não percebia que na quase família se diz mal, sem cerimónia, ritualmente. Ou amuava - porque na quase família se amua, sem rebuço, ritualmente. Porque é direito.

Tenho saudades de uma noite de inverno lisboeta, fria, chuvosa, ventosa. E de nessas noites, dessas que parecem opressivas, ir comer mal à Rua João Pereira Rosa. De ser quase novo, com a quase família, já a trocar recordações.

8 comentários:

Fulacunda disse...

ora aqui está um belo e genuíno texto de natal. queres que marque? diz o dia

Manafá disse...

Apesar da minha preferência pelos textos do senhor João Belo eu não me importaria de conviver com o bloguista Bolama e seus amigos olivalenses. A D. Manafá também gostaria de conhecer os indivíduos por detrás do ecrã. Entre os dias 16 e 27 de Dezembro estaremos na capital lisboeta, se fizerem o obséquio ...

Largo das Mamas disse...

Quantas noites frias do lado de fora, mas quentes na sala.
Várias mesas com amigos, muitas prendas trocadas, muitos copos e coisas fumadas.
Saudades desse restaurante na ladeira, onde eu só entrava em Dezembro.
Cá te esperamos para a próxima reunião de comensais, do Natal.

Fulacunda disse...

oh amigo manafá, vou já falar com o tipo da vespa verde, e adiantando mesmo que se for em tão impróprio sítio logo recalcitrarei ... coisa de criar ambiente claro


(sai uma feijoada à brasileira para a mesa do quente)

e então, é para levar a coisa a sério? é que até pode ser no refeitório deste blog, ali a entrecampos, sítio aprazível e bem decorado de acepipes culinários

Fulacunda disse...

(o "quente" veio depois, antes disso era a mesa do "canto")

Pedro Venâncio disse...

Pelo Manafá não posso falar mas eu chego na próxima sexta-feira à vetusta capsula dos olivais e estarei lá durante quinze dias. Haverá hipótese de um encontro, tipo seminário sobre comentários em blogs ou actividade similar?

bafata disse...

Dassssssss... desta vez quero ir.... !

11,12 e 13 + 17,18,19 e 202+ 26, 29 e 30 do corrente mês do ano da graça de 2007 ! Dá para agendar o Opíparo III para uma dessas noitinhas ?

93 9909278 ... facilita ?

Bolama: Tão simples e tão bom que dá vontade de reviver !

Prudêncio disse...

Amigo Bolama, estou estarrecido, grandiosa malha......