quinta-feira, 20 de dezembro de 2007

"ovas ou iscas?"

10 comentários:

Lobita disse...

Há vinho?

bafatá disse...

ovas ... pff !

benguela disse...

peixinhos da horta

benguela disse...

Quinta da Pacheca... tinto

Fulacunda disse...

Horta do Cristino

Fulacunda disse...

... branco

benguela disse...

Jaquins com arroz de grelos

benguela disse...

Borrego no Forno com Marmelos

Ingredientes:

1,2 kg de borrego perna ou mão
4 dentes de alho
1 cebola grande
2 dl de vinho grande
1,5 dl de caldo de carne
1 folha de louro
1 colher de sobremesa de massa de pimentão
4 marmelos
1 colher de sobremesa de açúcar
1 colher de sopa de banha
1 colher de sopa de margarina
sal q.b.
pimenta moída na altura q.b.

Confecção:

Pise num almofariz os dentes de alho descascados, sal e a folha de louro partida ao bocadinhos.
Prepare uma papa com este preparado, massa de pimentão, banha e a margarina.
Ponha o borrego numa assadeira de barro.
Barre a perna ou a mão com esta papa, regue com vinho branco, tape a assadeira com papel de alumínio e ponha no frigorífico de um dia para o outro.
No dia espalhe por cima a cebola cortada em meias-luas não muito finas e um fiozinho de azeite.
Polvilhe com pimenta e leve a assar em forno médio.
Lave os marmelos e retire-lhes as sementes perfurando-os com a ponta de uma faca, tendo o cuidado de não os abrir completamente.
Coza-os em água, até começarem a engelhar.
Deixe-os arrefecer e introduza o açúcar no orifício.
Na altura de virar a carne, distribua os marmelos à volta da carne.
Borrife-os com o caldo de carne e deixe terminar o assado.
Acompanhe com esparregado, batatas coradas ou fritas etc...




... bom, vou almoçar

Lobita disse...

Gostei, Bengas!
Vou fazer... até me cheirou!
Podes continuar a partilhar. Tb gosto muito de jaquins e dos peixes da horta. Estás em grande. Nota 10.
Do vinho... pode ser um dos anunciado... qualquer um, mesmo... por mim está bem com certeza!

lourenço marques disse...

Venham elas... as ovas e de seguida, as iscas...
Tinto, sempre e de preferência, do Douro. Só é preciso ser bom, o rótulo que se lixe!