sexta-feira, 9 de novembro de 2007

Manolo B.












Olivabita 38 , Olivapery 36, Olivimor s/n, Olivapariga s/n, Olianónimo s/n:

é só escolher...






14 comentários:

Anónimo disse...

� Xai xai onde tens isto? Adorei tamb�m quero!!

Xai Xai disse...

anónimo: já está! os teus desejos são ordens. já lá canta mais um sapatucho (no caso um botimclo)...

Anónimo disse...

vendes disto ou que, onde é atua botique?

Xai Xai disse...

manolo blahnik: considerado o mais extraordinário criador de sapatos para lobitas que vivem em vilas que são na província, de timor...
creio que não se vende cá...
isto é tudo uma farsa em tom de comédia...
a minha loja não tem nada a ver com isto...
quanto às imagens, é simples:
http://www.manoloblahnik.com/

a rapariga que vinha da província disse...

bem, eu cá reservo as Quakan, por favor.

Anónimo disse...

A tua loja vendes que artigos?? Manda brasa para ver se tens algo que me interesse...Obrigada pelo site afinal conhecia ...genial!

Vila Pery disse...

xai xai: Eu quero os Aziz para ir ao jantar de 24, ahh tã lindossss!!! Eu sabia que a tua ausência tinha uma explicação...

Lobita disse...

pra mim, Harad, s.f.f.
Ficam lindos com as calças de ganga!
Obrigada. Devo ficar prái com 2,05cm de altura...

Vila Pery disse...

Lobita, podias ter escolhido a botinha Salonica...

Intrusa disse...

Para ficar com os Pirea? por favor... são liiiindos. Será que fazem em nº35??? )O raio dos americanos têm a mania que os pés começam ao 36.

Vila Pery disse...

Intrusa, tens pedir ao xai xai é ele que está a tratar do assunto, mas se não houver podes sempre pôr uns algodõezitos à frente!!! E acho que o designer é Espanhol...

Lobita disse...

Quem é Manolo Blahnik:

Mítico designer de sapatos, Manolo Blahnik nasceu em 1942, em Santa Cruz de La Palma, nas Ilhas Canárias. Filho de pai checo e de mãe espanhola, cresceu na plantação de bananas da família. Em 1956, depois de ter estudado literatura e arquitectura na Universidade de Geneva, Blahnik mudou-se para Paris, para iniciar os seus estudos na École des Beaux-Arts e École du Louvre.
Tendo sempre convivido com o mundo da moda e evidenciando uma especial predilecção pelo desenho de sapatos, Manolo Blahnik teve, durante alguns anos, uma série de trabalhos ocasionais na área do design.
Em 1971, de visita a Nova Iorque, é apresentado a Diana Vreeland, editora-chefe da Vogue norte-americana que, ao observar os seus esboços de sapatos, proferiu a frase que viria a marcar a carreira do designer: "Go make shoes".
Depois de alguns anos em que Blahnik criou sapatos para várias lojas e criadores de moda, o designer abre a sua primeira loja nos EUA, em 1979.
Entre os diversos designers com quem Manolo Blahnik colaborou e para quem criou sapatos incluem-se Calvin Klein, Isaac Mizrahi, John Galliano, Bill Blass, Carolina Herrera, Oscar de La Renta e Zac Posen.
Em 2001 Blahnik recebeu o Doutoramento Honoris Causa pela Royal College of Arts e em 2002 foi homenageado, pelo rei Juan Carlos I, de Espanha, com La Medalla de Oro en Merito en las Bellas Artes.
Foi o primeiro designer de sapatos a ver o seu trabalho exposto no Museu do Design de Londres, em 2003.
A série de TV "O Sexo e a Cidade" tornou as criações de Manolo Blahnik mundialmente famosas.

benguela disse...

--- este Manolo não é o dos Olivais! há lá um mas, se lhe vires bem os calcantes... nããã, este gajo não quer nada com sapatos...

Xai Xai disse...

oh benguela, esqueceste-te de escolher os teus...