domingo, 7 de outubro de 2007

Plano dos Olivais Norte
Lisboa 1955

GEU: Guimarães Lobato, Sommer Ribeiro, Pedro Falcão e Cunha e outros

"...) desenvolvido pelo Gabinete de Estudos de Urbanização (GEU) da Câmara Municipal de Lisboa, marca o momento da adopção da Carta de Atenas em Lisboa. Situada na zona oriental, depois de Alvalade, a operação, com uma área de 40 hectares, destinava-se a albergar, em regime de habitação social com custos limitados, oito mil e quinhentos habitantes.
A concepção arquitectónica dos diferentes edifícios e equipamentos foi confiada a diversos jovens profissionais contemplando uma vasta gama de tipologias.
(...)"

in " Arquitectura do Século XX: Portugal", 1998

1 comentário:

Xai Xai disse...

Sou tão mesquinho, que proponho a eliminação desta referência aos Olivais Norte. Não existem!!!